Spannabis 2018: Conferências reúnem peritos do mundo inteiro

Nos dias 9, 10 e 11 de Março realizou-se a 15ª edição da Spannabis, em Barcelona, e a CannaPress foi um dos 135 meios de comunicação acreditados nesta que é uma das maiores feiras de Cânhamo do mundo. Foram mais de 250 expositores distribuídos por mais de 13 mil metros quadrados de área de exposição, dezenas de conferências, concertos e muita animação num fim de semana totalmente dedicado à Canábis.

Os milhares de visitantes que passaram pela Feira de Cornelá tiveram a oportunidade de ver em primeira mão os últimos avanços no uso terapêutico e medicinal da canábis, bem como as utilizações do cânhamo e os avanços da indústria em geral, com participações de referência não só de Espanha, mas também de países como os Estados Unidos da América ou a Alemanha, nas World Cannabis Conferences.

Manuel Guzman, investigador da Universidade Complutense de Madrid, foi um dos principais oradores FOTO: Luís Narciso

O evento surpreendeu não só pela dimensão, mas também pela afluência de pessoas de todos os cantos do mundo. Foram três dias de informação e conhecimento adquirido, além dos novos contactos estabelecidos. Antes de chegar ao local da feira já se notava nos transportes públicos a dimensão internacional deste evento. Todo o percurso a pé até ao interior do recinto da feira foi marcado por um forte aroma a canábis, pelo que seria impossível perder a sua localização.

A Cannapress passou grande parte do tempo da Spannabis na sala de conferências, para assistir às palestras de figuras de renome da investigação da canábis, em áreas científicas, médicas e técnicas. Das conferências que assistimos destacamos:

•Manuel Guzmán, investigador e professor da Universidade Complutense de Madrid, nas áreas de bioquímica e biologia molecular. Fez uma apresentação sobre os canabinóides como possíveis agentes neuroprotectores.

•Garai Rodriguez, educadora especial e educadora social

•Marte Paillet, fundadora do OVA club e Colectivo de Mujeres y Cannabis

•Naomi Sánchez, licenciada em Psicologia e Master em Neuropsicologia

•REMA (Red Estatal de Mujeres Antiproibicionistas), que abriram o debate com os marcos das actuais políticas das drogas, centrando-se nos conceitos de activismo, transversalidade, antiproibicionismo e feminismo.

•Eelkje van Oldenburger, assessora executiva da Hempflax

•Vaniek Colenbrandfr, fundador da Van. Eko, a primeira scooter eléctrica com estrutura feita em fibra de cânhamo

•Ana Rodriguez, gerente do Hash Marijuana & Hemp Museum de Barcelona — Moderou o debate e apresentou esboços e possibilidades futuras de um dos cultivos mais antigos da história da humanidade. Referiu ainda a riqueza desta planta, que consta de mais de 12 mil objectos expostos no Hash Marijuana & Hemp Museum local.

•Chris Walsh — Editor e fundador do Marijuana Business Daily, primeiro jornal dedicado à indústria da canábis. Demonstrou o boom e crescente oportunidade de negócio registados neste mercado emergente, à medida que vários países a nível mundial vão alargando as suas fronteiras e investimento na canábis.

•Promoção ICBC Showcase, como plataforma de criação de redes de negócio locais, regionais e globais.

•Michael Knott — Escritor, perito em políticas de canábis, domina a legislação política e médica na Alemanha e Europa. Apresentou o mercado alemão com a liberalização da canábis durante a primavera de 2017. Demonstrou ainda como a subida de pacientes utilizadores de canábis requer mais demanda no fornecimento, não permitida a produtores nacionais mas a exportadores do Canadá e Holanda.

•Héctor Brotons, director do estúdio jurídico BROTSANBERT

•Jose Afuera, Autocultivador desde 1998, activista antiproibicionista, fundador de CatFAC

•Andrés Garcia, Advogado especializado em direitos humanos e assuntos relacionados com a canábis. Apresentou a história do activismo e a recente jurisprudência em relação aos clubes sociais de canábis e futura regulação integral desta planta.

O primeiro dia finalizou com uma homenagem a Goyo Fernandez, activista na área da canábis que morreu no final de 2017, e ainda com a entrega dos prémios da Spannabis Champions Cup, bem como a entrega de um donativo angariado pela feira ao Observatório Espanhol de Canábis Medicinal (OECM).
____________________________________________________________________
Foto de destaque: Luís Narciso
A Cannapress viajou com o apoio da SolTrópico

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta